História

Com um historial longo e intenso, a Santa Casa da Misericórdia de Aldeia Galega da Merceana foi uma das vinte primeiras instituições criadas em Portugal pela Rainha D. Leonor e, tendo sido fundada em 1499 com sede em Aldeia Galega da Merceana (sede de concelho à altura), viu o seu compromisso impresso apenas em 1520. No início, esta Misericórdia era um pequeno albergue situado junto à Capela de Nª Sr.ª dos Anjos, na antiga vila de Aldeia Galega da Merceana. Em 1616 já se encontrava instalada em bom edifício na praça do extinto concelho desta localidade e prestava assistência a enfermos sendo, por isso, pedido à Rainha D. Catarina a criação de um Hospital na sua sede. É então doado a esta Santa Casa o Convento de Sto. António de Charnais em Merceana, sendo aí instalada em 30 de Julho de 1838, a sede da Misericórdia de Aldeia Galega da Merceana. Depois de muitos anos na posse de privados, o edifício da Igreja da Misericórdia do séc. XVI, sito no Largo do Pelourinho em Aldeia Galega, foi doado à Misericórdia em 1995. No seu historial, destacam-se diversos serviços, como a criação do Centro de Assistência Infantil (1946), Hospital, até à instalação do Lar (1980), da Clínica Médica (1989), do Centro de Dia, do Serviço de Apoio Domiciliário (1997) e do Centro de Actividades de Tempos Livres (2003). Em 1998, foi aprovado o projecto de expansão das novas instalações da Misericórdia da Merceana, orgulhosamente inauguradas a 24 de Maio de 2001. É com esta obra que iniciámos a implementação do Plano Estratégico do “Campus” da Misericórdia da Merceana, do qual faz parte integrante a recuperação do edifício da Igreja (actual Centro Social e Cultural) e do Convento de Santo António de Charnais (que já funcionou como CATL), o Lar de Terceira Idade (em funcionamento desde 2001) os edifícios da Creche e Centro de Actividades de Tempos Livres (em funcionamento desde Novembro de 2008) e da nova Unidade de Cuidados Continuados (em funcionamento desde Maio de 2011) e a nova Clínica Médica de Saúde, em fase de conclusão.