Convento de Sto António de Charnais

O Convento de Santo António de Charnais foi fundado pelos Frades Franciscanos no século XVII e nele está integrada a Igreja da Santa Casa da Misericórdia de Aldeia Galega da Merceana. Estes edifícios possuem um dos mais valiosos conjuntos de azulejaria do concelho de Alenquer. A Igreja, com acesso por uma galilé abobadada, tem uma única nave. O tecto é em abóbada de berço que, na Capela-Mor ainda apresenta restos de pintura a fresco. As paredes interiores estão ornamentadas com azulejos setecentistas que formam dezoito painéis recortados que ilustram histórias de milagres e outras cenas da vida mística dos Franciscanos. Na parede do lado direito está implantado um púlpito, obra em talha do século XVIII em cores azul e ouro, tal como os dois altares colaterais. Desse mesmo lado estão os três confessionários dos Frades, abertos, sem porta e forrados também no seu interior com azulejo de desenho muito simples dos fins do sec. XVIII. O altar-mor é igualmente em talha setecentista em cores verde e ouro, com colunas caneladas. Pelo lado direito da já referida galilé e passando através da portaria revestida de azulejo, temos acesso às dependências do convento, em cujos tectos ainda são visíveis pinturas a fresco. Um pouco por todo o edifício conventual é possível observar inúmeros azulejos de albarradas do sec. XVIII.

        

 

A sua estrutura apresenta uma versatilidade muito grande, sendo prova disso, os diversos usos que lhe foram atribuídos nas últimas décadas, nomeadamente Lar e CATL.